terça-feira, 23 de junho de 2009

Fanatismo evangélico


Para iniciar a matéria, já informo de antemão que não tenho nada contra os evangélicos, pois até tenho alguns amigos que são. O que honestamente eu não entendo, é como estas novas igrejas estão praticamente dominando pessoas que cresceram no catolicismo e depois de adultas se convertem a essas igrejas e tornam-se fanáticas a ponto de esquecerem ou se afastarem de alguém que venha a criticar esse fanatismo.

Eu conheço algumas pessoas que após se converterem evangélicos passaram a criticar atos que antes elas praticavam como se depois isso tivesse se tornado pecado, assim como conheço pessoas que mudaram da água para o vinho após participarem destes cultos religiosos. Eu sinceramente gostaria de saber o que acontece nestes cultos, pois acredito que esses pastores sabem bem onde tocar quando alguém entra numa destas igrejas e dizem exatamente o que as pessoas querem ouvir. Azar da igreja católica que tem perdido muitos católicos para estas igrejas que se instalam em toda esquina e em qualquer garagem.

Já vi algumas vezes na televisão trechos de cultos de uma igreja que ocupa grande espaço em uma emissora, onde um homem que nada mais é que um cidadão comum que tem boa oratória sobre um palco, encena curas milagrosas com o toque das mãos, e as pessoas acreditam naquilo como se realmente acontecesse. Ontem mesmo ouvi uma mulher testemunhar no palco que o marido havia sido curado de pressão alta, diabetes e de um problema na coluna, assim como que o banco onde ela tinha uma dívida de trinta mil reais lhe mandara uma carta dizendo que eles estavam com a dívida quitada, e não parou por aí, disse também que haviam ganho uma casa nova, e tudo isso perante a uma enorme plateia que testemunha o "relato" e o pastor com um sorriso incrédulo e cínico perante as câmeras.

Numa ocasião cai de gaiato num encontro de casais organizado por uma igreja batista e num final de semana em Águas de Lindóia assisti uns cinco cultos os quais até achei interessantes, mas nada sedutor ao ponto de me converter evangélico, menos ainda um fanático como todos que conheço. Como disse a última convertida que conheço e que nesta ocasião citada estava comigo, "cada um no seu quadrado". Eu ainda prefiro mais conversar com um caboclo ou preto velho sem fanatismo e sem mudar sequer uma atitude minha que seja plenamente correta, acreditando que Deus vai me ajudar a solucionar meus problemas, mas jamais me dará bens materiais ou pagará minhas dívidas.

14 comentários:

  1. Acabei lendo essa materia e gostaria de dizer ao Sr. Mauro que a visão exposta está totalmente fora do que de fato somos nós evangélicos. Primeiro, quem deixa o catolicismo e se converte ao Evangelho são pessoas que estão utilizando dos seus direitos de praticar a fé que desejam. Segundo, ninca "faz ninguém se converter" pois isso não vem do homem. A pessoa abandona a antiga fé, seja ela qual for e recebe a Cristo como Senhor e salvador por livre e espontaneo. voce mesmo disse que foi em um enocntro de casais organizado por uma igreja Evangélica...voce foi forçado a se converter a Jesus? tenho certeza que não, tanto que voce disse que "nada o seduziu" e realmente é isso, claro que colocaria com outras palavras pois não houve, ainda, o toque do Espirito Santo do Senhor Jesus em sua vida...se tivesse ocorrido isso naquele dia, então voce entenderia o por que dezenas ou até centenas de pessoas que voce conhece (escola, trabalho, vizinhos, parentes, familiares etc...) se converteram a Cristo em uma igreja evangélica.

    Deus nos deu uma liberdade, eu escolhi por ser Evangélico por que foi o que eu senti, eu vivi e eu sei. Não posso, nunca, jamais "fazer voce sentir" é como pular de para-quedas, jamais poderei compreender a sensação se eu não pular e voce me contar como é...posso imaginar, mas sentir igual a quem pulou, nunca, jamais. E eu pulei, eu senti e eu sei o que eu senti....é algo que não posso compartilhar...tem quem queira experimentar...esses permanecem com Cristo e tem os que "nada conseguem ver" por que estão simplesmente na carne, no lado de fora da mensagem de Deus e não podem compreender. Talvez, ver do lado de fora seja o seu caso e por isso não possa compreender.

    sobre fanatismo, não misture igreja com pessoas que fazem, por sí, atos fanáticos. A igreja não pode pagar "o pato" por aquilo que meia duzia fazem, não é mesmo?? já pensou se um "blogueiro" faz algo errado e eu culpo a todos os blogueiros? eu estaria lhe culpando da mesma forma, é justo??

    Agradeço o espaço e desculpa me prolongar no assunto. Abraços
    contato@cristaos.com

    ResponderExcluir
  2. Olá Ercílio, agradeço o comentário extremamente educado e entendo o que escreveu. O tópico é justamente para que hajam outras opiniões livres, e por isso não é moderado, eu apenas retratei sobre o que eu presencio em pessoas que conheço e o que aparece na tv, como no exemplo mencionado. Abraço pra ti

    ResponderExcluir
  3. Concordo com tudo o que você falou.

    Tenho pena da alienação permissiva a que sofrem estas pessoas.
    Sabe? acho que o livre arbítrio a que eles se referem tem total relação com a tão perseguida por eles "mensagem subliminar". Vou explicar.
    Inconscientemente estas pessoas estão sendo levadas a esta postura de FANATISMO, tornando suas mentes incapazes de pensar por sí só tendo apenas uma visão do que a igreja prega e dá como ensinamento para suas vidas. Ou seja, perdem o livre arbítrio sendo vítimas de ações subliminares da própria igreja a que tanto servem.
    É o beijo do Judas e só quem não tem capacidade de pensar se submete a isso.
    É um perigo, portanto.

    Simone Azevedo

    ResponderExcluir
  4. «quem deixa o catolicismo e se converte ao Evangelho» - só esta tirada do comentador evangélico já demonstra o seu grau de fanatismo...

    Os evangélicos fanáticos estão a transformar-se numa praga muito perigosa. Estou a fazer uma compilação de vídeos, no meu blog, que mostram alguns aspectos do fanatismo dos pentecostais, adventistas e Assembleia de Deus.

    Já nem falo das seitas de loucos que promovem o suicídio colectivo.

    Protestantes correctos, não fanáticos? Há-os, sim, mas cada vez menos. Essa gente acredita que tem de converter pela força ou varrer do mapa!

    ResponderExcluir
  5. Caro Ercilio! Tenho que lhe dizer que você é praticamente um dos bitolados a qual conheço e concorco em grau numero e genero o que está escrito no texto a que se refere o fanatismo.
    O que acontece hoje e sempre é que essas igrejas evangélicas conquistam seus fieis na base da insistencia ou mesmo no ponto fraco de cada um. Seja por um momento dificil na vida profissional ou pessoal de cada um. Estou passando isso com uma amiga...que fez e ja falou de tudo e por ter sido pega num mmomento dificil de sua vida, Caiu de paraquedas na igreja batista...que em uma de suas células, ela achou que tudo era lindo demais e diferente, claro, as pessoas que chegam na igreja recebem uma atenção especial, para as mesmas se sentirem especiais, diferentes e lembradas...está ai o ponto fraco de quem vira fanático... não entendo mesmo, pessoas que fizeram de tudo e mais um pouco, entram pra igreja e acha que tudo é pecado e ridículo e ainda condena os próprios amigos, aqueles da farra...das brincadeiras e tudo mais...vejo amigas que perderam o seu humor, a sua essência, se afastaram de seus familiares e parece que eles so se interagem com pessoas da mesma religião...tudo pra eles é melhor, a igreja é melhor, as pessoas não pecam e são pra sempre fieis...é muita hipocrisia!!!! Deus é um só...é o mesmo em todo lugar...cada um com a sua fé...com a sua crença...com a sua certeza de que Deus está no seu coração...nao precisa desse fanatismo, de achar que ir a uma boate é coisa do demônio...que faltar ao culto, à célula é coisa do demônio...pelo amor de Deus...aonde esta escrito que Deus pede para não ter amigos de outra religião???? Que manda vcs julgarem os católicos como se vocês fosse perfeitos... já vi evangélica dando pra 3 carinhas na mesma noite e ainda se julga a FIEL... ME POUPE ne?
    Vocês pregam cada coisa que dá medo e isso vejo de perto o que estou vivendo com a minha amiga...esta totalmente bitolada...quanta falta de personalidade! Igreja católica tbm tem culto, tem encontros, tem retiros...mas os evangelicos se julgam ter Deus mais proximo deles que qualquer outra pessoa, que só a eles que Deus abençoa, cuida, ajuda...

    ResponderExcluir
  6. "SOU EVANGÉLICO(A), CONHEI E ACEITEI JESUS"...
    INFELIZMENTE MUITAS VEZES PERGUNTO: VOCÊ É EX O QUÊ? ISSO NÃO DEIXA LÁ MUITA GENTE CONTENTE, MAS É VERDADE. SE VOCÊ FRENQUENTA A IGREJA DESDE PEQUENO E SEUS PAIS SÃO PESSOAS ESCLARECIDAS, ESTES SÃO EVANGÉLICOS DOS QUAIS VOCÊ PROVAVELMENTE PODE MANTER UM DIÁLOGO COM ELA SOBRE RELIGIÃO. MAS, SE VOCÊ É NOVO OU NÃO TEM MUITA INSTRUÇÃO COM CERTEZA SÃO OS DITOS "MARIONETES DE PASTOR", SEM GENERALIZAR, CLARO.
    O FANATISMO É TANTO QUE CHEGA A DAR DÓ DESSAS PESSOAS QUE AO MEU VER E QUE CONHEÇO CENTENAS, TEM UM DEUS JUSTICEIRO, VINGATIVO, DESLEAL, INJUSTO, SOBERBO, SEM CORAÇÃO, AMOR E CARIDADE.
    NÃO ESTOU SENDO RADICAL, BASTA OUVÍ-LOS NAS RUAS, MEIOS DE TRANSPORTE COLETIVOS, TV, RÁDIO ETC. SE EU ESTOU DOENTE É CASTIGO DE DEUS (INJUSTIÇA) SE O EVANGÉLICO ESTÁ DOENTE, É VONTADE DE DEUS POR QUE ELE QUER QUE VOCÊ O AME MAIS. SE EU TENHO CONDIÇOES FINACEIRA MELHOR QUE A DELE, SOU FILHA DO D. E ELE QUE NÃO TEM, É FILHO DE DEUS. ELE ERA CATÓLICO E AGORA É EVANGÉLICO E ACEITOU JESUS. E A IGREJA CATÓLICA PREGA OS ENSINAMENTOSDE QUEM, NÃO DE JESUS? SOU EVANGÉLICO E VOU ESTAR COM DEUS E VOCÊ É ESPÍRITA ESTARÁ COM SATANÁS!
    NÃO VEJO OU ESCUTO RELIGIÃO QUE FALE MAIS NO SATANÁS DO QUE OS EVANGÉLICOS. CATÓLICOS FALAM POUCO (COMO ENSINAMENTO), ESPÍRITAS NÃO PRONUNCIAM, UMBANDISTAS E CANDOMBLECISTAS TAMBÉM NÃO... E NÓS QUE SOMOS FILHOS DE SATÃ?
    JESUS FALOU: "AMAI AO PRÓXIMO COMO A TI MESMO" E ELE NÃO DISSE: AMAI AO PRÓXIMO DESDE QUE ELE SEJA EVANGÉLICO. VOCÊ NÃO DEVE AMAR AO RICO, AO HOMOSEXUAL, AO NEGRO (QUE SEGUNDO O PASTOR SÃO TODOS DESCENDENTE DE SATÃ. AMALDIÇOADOS FILHOS DA ÁFRICA), AO ESPIRITA, AO CATÓLICO, AO CANDOMBLECISTA, AO UMBANDISTA, AO MUÇULMANO, AO ASIÁTICO, AMARELO ETC... PERDOE-ME, MAS ME SINTO PERSEGUIDA PORQUE AMO TODOS INDEPENDENTE DE SUAS CRENÇAS, CORES, RAÇAS, IDEAL POLÍTICO, TIME DE FUTEBOL. FAÇO E PRATICO A CARIDADE DE TODAS AS FORMA QUE NEM SEMPRE É FINANCEIRA PORQUE CARIDADE MAIOR É DAR O OMBRO PARA O IRMÃO CHORAR, É ABRAÇAR QUE TEM SAUDADE É ENXUGAR UMA LÁGRIMA QUE CAI, E DISTRIBUIR UM SORRISO, DÁ A MÃO E AJUDAR AO OUTRO... QUEM NÃO É CARIDOSO DE UMA FORMA OU DE OUTRA REALMENTE NÃO TEM DEUS NO CORAÇÃO, EU TENHO.
    MARTINHA LIMA

    ResponderExcluir
  7. Vocês não entendem... Deus, perdoe-os, eles não sabem o que falam.
    *Existem realmente algumas igrejas que são exploradoras como por exemplo a Universal e essas igrejas de ponta de rua.

    ResponderExcluir
  8. Olá, SOU EVANGÉLICA e vou falar como tal... Minha igreja é tradicional e pequena não tem multidões e sim um grupo de amigos e essas igrejas novas chamadas de neo pentecostal possuem, na verdade, "pastores" com ótima persuasão e muitas vezes são treinados para isso. Na verdade eles prometem algo que a pessoa muito quer, prosperidade, cura, entre outras coisas. às vezes a pessoa tem tanta necessidade daquilo que ela fica cega. Me choca tudo isso, pq tenho uma pessoa na família que era catolíca (não tenho nada contra nenhuma religião), passou a ir nessas igrejas e ficou estranha, não aceita qualquer brincadeira, ela é solteira e não aceita um homem que não seja igual a ela e pior julga as pessoas pela religião. Então se uma pessoa de mal caráter chega pra ela e diz sou evangélico, ela não quer saber mais de nada! Até parece que Deus vai ficar na porta do céu perguntando: vc é evangélico? se for pode entrar. Na verdade Ele vai perguntar: Vc teve boa conduta? o que vc fez pelo próximo? O pior de tudo é que rola muito dinheiro e quase ninguém enxerga isso, é lamentável! beijos a todos e fiquem com Deus!

    ResponderExcluir
  9. Agradeço à todos pelas opiniões aqui postadas, pois o intuito dos textos é gerar discussão, já que aqui posto opiniões minhas, baseadas em fatos que vejo, ouço e comprovo, seja por meio de informações verídicas, fatos ou fotos. Pelo que constatei nos comentários, a maioria que se manisfestou, praticamente confirma aquilo que escrevi sobre o referido assunto. Todas as opiniões foram respeitosas e pessoais, e justamente pra que isso aconteça é que os comentários não são moderados, claro que dentro destes parâmetros. Obrigado.

    ResponderExcluir
  10. Muito me apavora a convivência com os evangélicos e me assusta perceber tamanho fanatismo e ignorância. Se fazemos uma crítica em relaçāo à homofobia dos evangélicos eles nāo conseguem dialogar... Apenas dizem que vāo orar por nós, que estamos precisando de oraçāo. Vi no Youtube um pastor criticando os fiéis e disse na frente de todos: vi foto de um irmāo aqui da igreja no Orkut com o Neymar, quando nosso único ídolo é Deus. Mas será que Deus ta realmente se importando se um rapaz tira foto com um jogador de futebol... Num mumdo tāo violento com tanta coisa pra se preocupar. E será que com quem os fiéis tiram foto deve mesmo ser indicado pelo pastor? Um pobre morta como todos nós. Eu acho que se cada evangélico se preocupasse em ajudar os necessitados ao invés de ficar gritando na igreja horas e horas por dia o mundo estaria melhor.

    ResponderExcluir
  11. Deus perdoe-os eles não sabem oq falam??? ENTÃO EXPLICA AI IRMÃ (O), ACREDITO QUE O FANATISMO SEJA PERNICIOSO EM QUALQUER SITUAÇÃO, MAS VAMOS SER SINCEROS, OQ TEM DE EVANGÉLICOS SURTADOS TA FODA...PIOR QUE SE TEM EXPLICAÇÕES MAIS MIRABOLANTES DO MUNDO... PRA SER SINCERO E RACHO DE RIR

    ResponderExcluir
  12. A verdade, é a seguinte: É nossa arrogância que nos faz a imagem e semelhança de um "deus", existe em todo universo, uma noção de ordem para que tudo funcione harmoniosamente, esse é o Deus, abstrato e impessoal! Para ele, nós não temos importância nenhuma!

    ResponderExcluir
  13. Na minha visão o fanatismo é o grande mal da humanidade. Tenho visto pessoas que "aceitaram Jesus/Deus" romperem laços familiares e sociais. Pra mim, Deus está em tudo, em cada criação dele e em cada coração. Não sou pior que ninguém se rezo e me conecto com minha fé dentro da minha casa. Não sou pior que ninguém se assisto TV, etc.
    Perdi um grande amigo pra esse fanatismo cego. Pra ele, preciso que orem por mim. Apenas. Ok, aceito orações e boas vibrações. O que não aceito é ser julgada como fraca, pecadora, alienada e incapaz. Respeito toda e qualquer religião, assim como aceito seus seguidores e acredito que a fé de cada um não deve ser imposta, apenas respeitada.
    O que percebo nos fanáticos é que eles passam a desconsiderar a pessoa de outra religião como um ser humano e passam a considerá-la como alguém do mal, que precisa ser convertida para ser salva.
    Ignoram a vida é a história da pessoa, suas experiências e sua conduta. Passam a vê-la como mais uma pessoa a ser convertida, e , caso não se converta, a excluem do convívio social e passam a orar por ela!!!
    Uma pena. Acho que o mundo poderia estar bem melhor se todos se respeitassem na essência.
    Essa coisa de ver o Diabo em tudo, onde o mundo passa a ser não o lugar onde vivemos, criamos e crescemos , mas sim a morada do mal, sinto muito pra mim é coisa de fanático.
    Já vi relatos de "convertidos" ou de pastores que eram estupradores jurados de morte na sociedade, que chegam a ser bizarros. A fala dessas pessoas eh sempre a mesma: não importa o que eu tenha feito de mal aos outros durante toda minha vida, deus perdoa e bola pra frente.
    Não acredito portanto em um deus punitivo. Acredito sim em uma consciência pessoal e individual, que cada um tem que lidar com ela no sentido de procurar ser uma pessoa melhor a cada dia.

    ResponderExcluir